A nossa experiência é a sua melhor ferramenta de trabalho.

Formatos abertos BIM

Estejas onde estejas
Nos encontrarás

Temos uma extensa rede de distribuidores em todo o mundo.

Encontre-nos

Ajudamo-lo a entrar no mundo do OpenBIM

BIM para Topógrafos

A introdução progressiva do BIM na construção está a originar profundas alterações na metodologia de trabalho, nas aplicações utilizadas e nos intercâmbios de informações entre os agentes que intervêm nos projetos.

Embora nos projetos de edificação haja um nível razoável de interoperabilidade entre aplicações mediante o formato IFC, os dados habitualmente utilizados em projetos topográficos não costumam ser bem geridos pelas aplicações BIM mais conhecidas.

A APLITOP orienta os seus utilizadores, de forma que não tenham que alterar os seus métodos e ferramentas, mas adaptá-los para se integrarem facilmente em fluxos de trabalho de projetos BIM.

Terrenos

O TcpMDT permite a definição e atribuição de conjuntos de propriedades ao projeto, lugar e a cada um dos elementos, podendo exportar para IFC pontos, bases de implantação, superfícies topográficas e movimentos de terra de desbravamento e terraplenagem. Também pode importar superfícies de diferentes tipos e proveniências.

Estradas

O TcpMDT pode exportar para IFC camadas de piso de estradas e vias urbanas, valetas e elementos de drenagem e sinalização horizontal. Também pode exportar eixos em planta e alçado em formato IFC 4.1 (IFC Alignment) e em breve poderá exportar para IFC 4.3 (IFC Road).

Redes

O TcpMDT dispõe de ferramentas para desenhar em planta e perfil redes de água, saneamento, águas pluviais, etc. Podem-se exportar para IFC as condutas e poços de tais redes, com as respetivas propriedades.

Túneis

As nossas aplicações para controlo de obras de túneis TcpTunnel CAD e TcpScancyr calculam perfis transversais a partir de dados capturados por estação total motorizada ou scanner a laser, respetivamente. Com eles cria-se o modelo com o estado atual do túnel, que se exporta para IFC. Combinadas com outras aplicações, também é possível extrair a conceção do túnel em IFC para criar as secções do projeto.

Formatos OpenBIM para Infraestruturas

buildingSmart International

A APLITOP participa ativamente com a buildingSMART International e desenvolvedores de vários países no desenvolvimento do formato IFC para projetos de infraestruturas, principalmente estradas, caminhos de ferro, pontes e túneis.

IFC Alignment

Em 2017, o MDT foi o primeiro software comercial do mundo a implantar a importação e exportação deste formato. Desde então o MDT pode importar e exportar eixos em planta e alçado em formato IFC 4x1.

No congresso realizado em Paris em 2018 participámos na apresentação do relatório final de implementação do formato IFC Alignment, na qualidade de representantes do grupo de trabalho espanhol, e partilhámos a nossa experiência do ponto de vista do desenvolvimento de aplicações.

IFC Road

A APLITOP também participou na definição do novo padrão para o intercâmbio de dados BIM de estradas (IFC Road), iniciado no congresso realizado em Barcelona em 2017.

Entre 2017 e 2020 colaborámos em várias tarefas das fases 1 e 2, com maior dedicação no pacote de trabalho WP5, para a implementação de protótipos para desenvolvedores de software, tal como se pode ver nos relatórios do projeto.

IFC 4.3 Infrastructure Extension

Em 2020 este projeto surgiu devido à necessidade de harmonização dos projetos IFC para estradas e caminhos de ferro, aos quais se juntaram pontes, portos e canais. Além disso, surgiu o Common Schema para a gestão de conceitos comuns como estrutura especial, geotecnia, movimentos de terra, etc. Havia unanimidade quanto à necessidade de todos os projetos de infraestruturas deverem partilhar uma extensão harmonizada do esquema IFC.

Estamos atualmente a participar ativamente nos grupos de trabalho de especialistas e desenvolvedores para a implementação e validação do formato IFC 4.3, antes da sua aprovação final.

IFC 4.3 Infrastructure Extension

Projetos I+D BIM

ROADBIM

O projeto ROAD-BIM teve por objetivo geral a consecução de um desenvolvimento mais eficiente dos projetos de construção de estradas durante toda a sua vida útil, mediante a aplicação da tecnologia BIM nos processos de gestão da informação necessária para a sua implementação.

AUTOBIM

O objetivo principal do projeto AUTOBIM foi a criação e validação de uma nova metodologia para a aquisição, processamento e gestão de dados espaciais tridimensionais em espaços interiores sem cobertura GNSS, mediante um robô móvel autónomo.

Implantação do BIM na Espanha

A APLITOP é sócia da buildingSMART España como desenvolvedora de software e está integrada na Comissão de Tecnologia.

Também participamos em projetos como o Manual de Entrega de Informação em Infraestruturas o OpenBIM Tour.

Em que podemos ajudar?